Segunda frente de trabalho 24 horas será iniciada dia 13

5 de outubro de 2009 - 17:39

Operários passarão a trabalhar no turno da noite na escavação do túnel na rua Castro e Silva, no Centro.



A partir do dia 13 de outubro, uma nova frente de trabalho do trecho subterrâneo do Metrô de Fortaleza passará a operar 24 horas. Operários passarão a trabalhar no turno da noite na escavação do túnel na rua Castro e Silva, no Centro, que segue em direção à Estação de São Benedito. O regime especial vai dobrar o avanço mensal da obra que era de 30 metros.

Outra frente de serviço, que avança em sentido oposto, da Estação de São Benedito em direção à rua Castro e Silva, também está trabalhando no esquema 24 horas desde o dia 1º de outubro. A expectativa é que o ritmo de escavação no local também dobre. Com as duas frentes, os 60 metros de túnel que eram escavados por mês passarão para 120 metros/mês.

O presidente da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, Rômulo Fortes, diz que o avanço será suficiente para se vencer os 900 metros de túnel que faltam ser construídos no Metrô. Dessa forma, segundo ele, o serviço será concluído em aproximadamente sete meses, 13 meses a menos que o previsto inicialmente. Essa iniciativa vai permitir que cumpramos o prazo de entregar o metrô operando no primeiro semestre de 2011, diz.

O secretário da Infraestrutura, Adail Fontenele, informa que atualmente cerca de 800 operários trabalham na construção do Metrô. Mas, segundo ele, até o fim deste ano, esse número deverá chegar a dois mil trabalhadores. Nesse momento, a obra do Metrô está vivendo um novo momento, um novo ritmo de trabalho que vai permitir que o Governo entregue as obras físicas prontas até junho de 2010. Dos 24 km da Linha Sul, 3,8 km são em subterrâneo, 18 km em superfície e 2,2 km em elevado.

 

Assessoria de imprensa do Metrô de Fortaleza

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br – 3101.7183 ou 8724.2147)